Funcionários Municipais terão aumento de salário e IPTU também sobe


Reajuste de salário foi aprovado por unanimidade pela Câmara, mas vereadores acharam aumento abaixo do necessário

A Câmara Municipal de Ibiúna aprovou por unanimidade nesta terça-feira (11) um reajuste de 5,5% no salário dos funcionários municipais. O aumento entra em vigor a partir de janeiro de 2013 e foi feito com base nos índices de inflação deste ano, que está previsto para fechar na mesma porcentagem. A reposição salarial havia sido proposta pelo prefeito Coiti Muramatsu (PSDB) desde outubro e só foi votada em dezembro, para cumprir com uma Lei Federal que determina que reajustes de servidores públicos em anos eleitorais só podem ocorrer após as eleições e com o teto mínimo baseado na inflação.

Apesar de votar favorável ao projeto, o vereador Ismael Pereira (PRB) ressaltou que o reajuste está bem abaixo do que realmente os funcionários merecem. “O aumento ainda é pouco. Qualquer prefeito não seria nada sem os servidores. Sendo assim, para ser ter uma boa administração, é necessário valorizar os funcionários, que mesmo em condições precárias fazem até o impossível para atenderem bem a população”, declarou.

Jamil sugeriu a criação de Plano de Carreira para todos os funcionários municipais

Já o vereador Jamil Marcicano (DEM) disse que pelos vereadores, o reajuste seria muito maior, mas, infelizmente, por ser ano eleitoral, a legislação não permite. “O correto mesmo seria implantar, em todos os setores, principalmente na saúde, o Plano de Carreira, como foi feito com os professores. Desta maneira, podemos valorizar mais aqueles que se empenham, estudam e se destacam”, sugeriu Jamil.

O vereador Paulinho Sasaki (PTB) afirmou que tal reajuste é mais que merecido, uma vez que, segundo ele, a atual administração só não foi pior por causa dos funcionários. “Teve servidor que segurou muita coisa ali dentro e não deixou a ‘peteca cair’. Peço ao próximo prefeito que realize um estudo para enxugar mais a folha e realize uma reestruturação administrativa no município, uma vez que existem muitos servidores que estão recebendo abaixo do piso da região e isso não pode ocorrer”, alertou.

Alguns servidores que estavam na plateia lamentaram que tal reajuste tenha sido de apenas 5,5%, ou seja, bem abaixo do esperado por eles, que era em torno de 10%. O que causou mais indignação foi o fato que a mesma Câmara Municipal aprovou, em agosto deste ano, um aumento de quase 35% no salário dos próprios vereadores para próxima legislatura, que passará dos atuais R$ 6 mil para R$ 8.016,00. Na ocasião, apenas os vereadores Pedrão da Água (PTB), Ismael Pereira (PRB), Professor Eduardo (PT) e Paulinho Sasaki (PTB) foram contra tal reajuste.

IPTU tem reajuste igual

A Câmara Municipal de Ibiúna aprovou na sessão da última terça-feira (11) um aumento de 5,5% no IPTU e na Unidade Fiscal do Município de Ibiúna – UFMI para 2013. A reposição também foi baseada nos índices de inflação registrados neste ano, que deverá fechar nesta mesma porcentagem. Apenas os vereadores Pedrão da Água (PTB), Paulinho Sasaki (PTB), Ismael Pereira (PRB) e Charles Guimarães (PRB) votaram contrários aos reajustes.

Pedrão da Água foi um dos vereadores que votaram contra o reajuste do IPTU por acharem desnecessário tal aumento

De acordo com o vereador Professor Eduardo (PT), tal aumento está previsto em Lei e se faz necessário para manter os serviços públicos do município. “Em todos os outros anos fui contrário ao reajuste porque a porcentagem proposta pelo prefeito estava acima dos índices de inflação, o que eu acho errado. Como neste ano veio com a mesma perspectiva dos índices inflacionários, temos que ser favoráveis, caso contrário, poderíamos até estar realizando uma renuncia de receita, o que é ilegal”, ressaltou Eduardo.

Por outro lado, Paulinho Sasaki rebateu dizendo que foi contrário ao reajuste como uma forma de protesto pela situação lamentável que o município se encontra atualmente. “Sei que o próximo prefeito não tem culpa do que vem ocorrendo no momento, mas acho muito injusto a gente aumentar mais os impostos para população, sendo que os ibiunenses estão sofrendo com a falta de serviços básicos, como saúde, estradas bem conservadas e outros problemas. O povo já não teve praticamente nada nestes últimos quatro anos e não merece pagar ainda mais caro pelos impostos”, protestou o vereador.

Com o novo reajuste, a UFMI, que serve como base para cobrança de diversas taxas municipais, tais como alvarás, protocolos, multas e outras, passa dos atuais R$ 50,69 para R$ 53,47.

O reajuste deste ano foi menor do que o dos últimos 2 anos, sendo que em 2011 o aumento foi de 7,3% e, em 2010, chegou a 9,42%.

wordpress plugins and themes automotive,business,crime,health,life,politics,science,technology,travel

Jornal do Povo | Escrito por:

Redação
Redação

Com seriedade e dinamismo, a nossa equipe procura fazer jornalismo de verdade, no qual a ética e a responsabilidade em divulgar os principais assuntos de interesse público são nossos principais objetivos.

4 Comments

  1. Matheus disse:

    Eu acho que o IPTU de Ibiúna é mais caro que o da capital paulista,acho também que a inadimplência deve ser muito grande pois muitas pessoas não tem condições de pagar um IPTU tão exorbitante desse,mas mesmo assim acho que a prefeitura sai ganhando pois só o que fatura de IPTU no condomínio VELEIROS já vale por toda arrecadação da cidade de Ibiúna.
    Lá nas arábias os ladrões são amputados aqui no Brasil são deputados… vereadores prefeitos,são poucos ,mais pouquíssimos os políticos que não entram na politica para roubar.Estamos organizando uma associação para entrar com uma ação pública contra os preços altíssimos cobrados no IPTU de Ibiúna,principalmente nos bairros afastados do centro,que não justifica um IPTU dessa grandesa.Podemos até pagar o IPTU mas vai ser em uma conta em que o juiz determinar

  2. CARLAO disse:

    pois e os vagabundos roubam a cidade deixa a mesma falida e o unico jeito de fazer algo na cidade e sobras um pouco pra eles , e aumentar os impostos . isso e um bando de vagabundo ladrao safado .

  3. VALDECIR disse:

    ESTOU INCONFORMADO COM O AUMENTO DOS IMPOSTO ISTO PORQUE NADA FOI FEITO NESTE ANO DE MELHORAMENTO E SIM AO CONTRARIO TUDO ESTA CADA VEZ PIOR A SAUDE AS ESTRADAS CONCORDO EM TER UMA RESTRURAÇAO NAS AREAS ISTO PORQUE TEM MUITO FUNCINARIO SO LEVANDO E NAO FAZENDO NADA A COMEÇAR PELA GARAGEM DEZ OLHA E SOMENTE UM TRABALHA ISTO É UMA VERGONHA .

  4. JOAO CORAGEM disse:

    Vereador Eduardo em todos os anos anteriores votou contra qualquer aumento(nao porque estava acima da inflação). Porem, sustentou que se não houver aumento, para o proximo exercicio, a medida pode ser ilegal. Dissimulado, proprio de gente do PT.

Deixe seu Comentário