Câmara entrega título de cidadão ibiunense à Inos Corradin


O Presidente da Câmara Municipal de Ibiúna, vereador Paulinho Sasaki (PTB), entregou na sessão da última desta manhã (25) o Título de Cidadão Ibiunense ao artista plástico Inos Corradin. Diversas personalidades da sociedade, familiares e autoridades acompanharam a cerimônia, tais como o vice-prefeito eleito Valdemar Cardoso de Moraes, a esposa do homenageado – a ibiunense Maria Helena Rolim Carmelo, e as famílias Cassaburi, Falci e outras que conviveram com o artista no período em que o mesmo morou no município.

A concessão do título já havia sido aprovada em junho e a placa com a homenagem foi entregue em mãos à Inos, que é pintor, escultor e cenógrafo. O artista, que nasceu na Itália, mas morou em Ibiúna nas décadas de 50/60 e casou-se aqui com Maria Helena, é um dos mais importantes da atualidade. Ele já realizou mais de 400 exposições nacionais e internacionais, mostrando seus trabalhos em galerias importantes da França, Itália, Alemanha, Estados Unidos, Suíça, Holanda, Canadá e outros países. A maior parte dessas exposições contou com obras realizadas no período em que ele morou em Ibiúna e teve os cenários paradisíacos no município como inspiração. Uma dessas obras é o quadro “Por do Sol em Ibiúna”, que, inclusive, foi incluída no livro “O Ilusionista na Estrada”, escrito pelo crítico de arte Jacob Klintowitz.

Autor da homenagem, Paulinho Sasaki entrega o título de Cidadão Ibiunense a Inos

Autor da homenagem, Paulinho Sasaki entrega o título de Cidadão Ibiunense a Inos

Para o autor da homenagem, vereador Paulinho Sasaki, Inos sempre retratou Ibiúna com muito carinho, sendo que suas obras elevem o nome e os cenários do município pelo mundo a fora. “É um grande orgulho para todos nós realizarmos essa homenagem. Inos é um dos artistas mais renomados de sua geração, com reconhecimento nacional e internacional, sendo para todos nós ibiunenses motivo de júbilo e admiração. Ele faz parte da nossa história e não temos palavras para descrever tamanha gratidão por ter divulgado o nome de nossa cidade pelos quatro cantos do planeta, sendo esta uma singela retribuição a este carinho que o artista retratou Ibiúna em suas obras”, explicou Paulinho Sasaki.

Tema de enredo de enredo da X-9

Bastante emocionado, Inos agradeceu a homenagem e ressaltou que Ibiúna é uma das mais belas cidades que já morou. “Realmente tenho muito carinho por esta terra, sendo que minha esposa e nossas duas filhas são ibiunenses. Nos últimos anos foram dois momentos que me emocionaram bastante: este aqui hoje e também ao ser escolhido para ser tema do enredo de 2017 da Escola de Samba X-9 Paulistana. Só tenho a agradecer por este reconhecimento”, destacou o artista, que terá sua história de vida retratada no desfile do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo no ano que vem.

Inos será tema do enredo da Escola de Sampa X-9 Paulistana no Carnaval 2017

Inos será tema do enredo da Escola de Sampa X-9 Paulistana no Carnaval 2017

O casal Margarida Cassaburi Sakoda e Jair Kohji Sakoda, amigos próximos do homenageado e que intercedeu para que Paulinho Sasaki fizesse a homenagem a Inos, também prestigiou a cerimônia na Câmara Municipal, juntamente com seu filho, que leu um texto enaltecendo o trabalho e o talento do artista.

Outros vereadores também parabenizaram e congratularam Inos pela homenagem. Ele atualmente tem 80 anos e mora em Jundiaí.

Durante a cerimônia, a professora Lucilene Soares interpretou o Hino Oficial de Ibiúna, Noiva Azul.

wordpress plugins and themes automotive,business,crime,health,life,politics,science,technology,travel

Jornal do Povo | Escrito por:

Redação
Redação

Com seriedade e dinamismo, a nossa equipe procura fazer jornalismo de verdade, no qual a ética e a responsabilidade em divulgar os principais assuntos de interesse público são nossos principais objetivos.

2 Comments

  1. Mario disse:

    Um cara que nem vem a Ibiúna.
    Se gostasse tanto de Ibiúna viria morar aqui.
    Para que esse título?
    Para puxar o saco de uma figura ilustre?
    Mas na realidade, não gosta de Ibiúna, como nós gostamos.

  2. Celia Vasquez disse:

    Porque que é que esses titulos que demandam verba publica nunca são entregues a um trabalhador da gema que acorda todos os dias as cinco da manhã para pagar essa orgia? Nota-se que o Sr Corradin, assim como todos os outros que recebem este titulo se sentem constrangidos ao recebe-lo, estão empurrando guéla abaixo do homenageado algo que eles sabem que não são, e nós tambem. O titulo do Mantega é pra quando heim?

Deixe seu Comentário